Violência, sentimento de insegurança e incivilidade

  • Luiza Carolina Terra Colmán
  • Ronaldo Gomes Souza
Palavras-chave: Violência urbana, insegurança, incivilidade, cidadania.

Resumo

A violência é um fenômeno multideterminado que tem se
manifestado em todos os momentos da história da humanidade,
desempenhando importante influência nas relações sociais. A violência se
constitui como um objeto de uma gestão psicológica presente principalmente
naqueles que residem nos espaços urbanos. Tal fenômeno, em conjunto com
a crise dos controladores sociais, vem desencadeando o enfraquecimento
dos laços sociais e resultando no surgimento do sentimento de insegurança
entre as pessoas. O sentimento de insegurança, um conceito multifacetado,
apresenta componentes cognitivos, emocionais e comportamentais que
podem agir prejudicando a qualidade de vida das pessoas tanto no nível
individual quanto comunitário. São vários os modelos teóricos que exploram
causas e consequências desse sentimento. Contudo, neste artigo, enfoca-
se a perspectiva das incivilidades, que explica como a deterioração física
de um local, juntamente com comportamentos de desordem social, podem
levar as pessoas a se preocuparem com a sua segurança. A questão das
incivilidades é um tema central na compreensão do fenômeno da violência
urbana, pois está ligada ao crescimento da violência interpessoal, ao
desinvestimento ambiental, ao pessimismo e descontentamento com o
bairro e, a médio e longo prazo, à violência criminal. Nesse quadro, supõe-se
que as incivilidades constituem a “inimiga” cotidiana das práticas cidadãs,
especialmente no tocante aos vínculos comunitários de moradia.

Biografia do Autor

Luiza Carolina Terra Colmán
Graduanda em Psicologia pela Universidade Católica de Goiás.

Ronaldo Gomes Souza
Mestrando em Psicologia e graduado em Psicologia pela Universidade Católica de Goiás.

Edição
Seção
Dossiê Temático